- Religião Web - https://www.religiaoweb.com.br -

Tito – Ser sujeito as autoridades

            O capítulo três, que encerra o livro, é bem curto, inicia pedindo para que Tito lembre as comunidades que se sujeitem aos que governam, as autoridades,  para que não difamem ninguém, nem sejam acusadores, dando provas de toda cortesia para com todos, porque outrora, nós também éramos assim, néscios, desobedientes, maliciosos e tantas outras coisas, mas quando manifestou-se a glória de Deus, seu amor para com todos nós, nos lavou de toda aquela iniqüidade que carregávamos através do Espírito Santo que Ele derramou, por meio de Jesus a fim de que fossemos justificados por graça, tornando-nos seu herdeiro, e esperamos a vida eterna,

Fiel é esta palavra, e quero que, no tocante a estas coisas, faças afirmação, confiadamente, para que os que têm crido em Deus sejam solícitos na prática de boas obra s. Estas coisas são excelentes e proveitosas aos homens.Tt 3.8

            As recomendações práticas continuam ao final da carta, pedindo para que sejam evitadas as discussões insensatas, genealogias, contendas e debates sobre  a lei porque além de inúteis são fúteis. Se admoestar um homem mais de duas vezes e este tal não se ajuizar, evita-o, pois esta pessoa é pervertida e vive pecando e por si mesma está condenada. Estava Paulo resolvido a passar o inverno em Nicópolis e assim que Àrtemas ou Tiquico chegasse até onde estava Tito, este deveria ir ao seu encontro. São pedidos cuidados especiais a favor de Zenas e Apolo. E numa comparação com os seus inimigos, que faziam tudo para serem reconhecidos nas obras más que intentavam,  Paulo insinua que todos os “nossos”, deveriam aprender a distinguirem-se e ser reconhecidos nas boas obras a favor dos necessitados, para não se tornarem infrutíferos ou seja, para que a palavra pregada nos seus corações possa de alguma maneira frutificar.

            Encerra com a saudação;

Todos os que se acham comigo te saúdam; saúda quantos nos amam na fé. A graça seja com todos vós.Tt 3.15