Isaías – Ais contra os perversos

rss

     Outra forma de comunicar ao povo o desagrado de Deus eram os “ais” que se entende por prenúncio de dores. Neste mesmo capítulo, há uma sequência de seis “ais”;

1º Ai – dos que estão ajuntando terras, desalojando o camponês da sua terra[1]

2º Ai – dos que levantam de manha e já se vão ao vinho, à bebedice

3º Ai – dos que zombam de Deus

4º Ai – dos que pervertem a moral

5º Ai- dos que confiam em si mesmos

6º Ai – aos julgadores perversos

     Isaías conta como foi chamado pelo Senhor para falar ao povo no início do capítulo seis. É um texto muito conhecido onde o Senhor não tem a quem enviar, e Isaías se oferece:

Depois disto, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim. Is 6.8

     Não que ele mesmo fosse sem iniquidade, mas a Deus, agradou sua sinceridade (Is 6.5) e o anjo o purificou (Is 6.7). Interessante notar que o próprio Deus iria endurecer o coração daquele povo para não entender as palavras de Isaías, e iria fazê-los surdos para não ouvirem (Is 6. 10-13).

     A relevância do profeta Isaías pode ser percebida quando Deus o orienta a encontrar-se co o rei Acaz, no açude da cidade, e dizer-lhe:

E dize-lhe: Acautela-te e aquieta-te; não temas, nem se desanime o teu coração por causa destes dois tocos de tições fumegantes; por causa do ardor da ira de Rezim, e da Síria, e do filho de Remalias.Is 7.4


[1] Latifúndios

Interagir Imprimir Digg it Del.i.cio.us Twitter comentários
Versículo do dia  | Todo dia teremos versículo para você.
I Cor.
15:33

 “Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.”

Receba versículos da Biblia em seu email, eles irão edificar e abençoar seu dia.
Digite seu e-mail no campo abaixo:
Artigos Veja mais artigos
novo Conhecendo as “sete inteligências” da teoria de Howard Gardner e pondo em prática na Igreja Se você leu o texto “As inteligências múltiplas e os seus dons”, que discorria sobre as inteligências múltiplas de Howard Gardner e...

 

Comunidade | Siga nas redes sociais

Copyright 2010-2019 - Futtura