Isaías – A promessa a respeito do Emanuel

rss

     Era uma alusão ao fato do rei de Israel, que o profeta nem pronuncia o nome de tanto desprezo, Peca, ter se unido com a Síria e lutaram contra Judá. Neste diálogo, Isaías manda o rei pedir um sinal, que de fato venceria aquela guerra, mas o rei se recusa a pedir. As palavras ditas então por Elias são entendidas por muitos como referencia a Jesus.

Portanto, o Senhor mesmo vos dará um sinal: eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho e lhe chamará Emanuel. Is 7.14

     Se algum profeta profetizasse algo e não acontecesse, era tido por falso profeta e em muitos casos, seria morto. Provando que era dirigido por Deus, Isaías escreve numa pedra de ardósia, tomando por testemunhas pessoas públicas, as palavras RÁPIDO-DESPOJO-PRESA-SEGURA, que significavam a tomada pela Assíria de Israel, o que de fato aconteceu. Não era necessário temer os povos que intentassem contra Judá, todos os que se atrevessem seriam destruídos. Que o povo se santificasse e temesse ao Senhor, e não ficassem consultando os necromantes e os adivinhos, mas que consultassem ao seu Deus. Acaso alguém em sã consciência consultaria os mortos em favor dos vivos?  

     Israel, ou a nação tribo do norte, não temeu ao Senhor, mas confiou em si mesmo, em guias enganadores, todos proferem doidices com suas bocas e irmãos atacam irmãos. A Assíria invade Israel e usa de mão mais pesada do que o necessário, e isto faz Deus usar Isaías a profetizar contra este dominador, de que seria pisado, como a lama das ruas (Is 10. 5-34).

     Em Is 11, a esperança de um reinado pacífico é profetizada, e a glória de um novo Israel enaltecida. Deus trará o restante do povo de todas as partes da terra, dos quatro confins da terra recolherá seu povo. E um cântico será ouvido, um cântico de louvor por Israel ser restaurado (Is 12. 1-6).

     Depois da Assíria, a Babilônia se levantou como potência mundial. Com uma força estupenda, alargou suas fronteiras, dominando povos e também Judá. As profecias de Isaías contra Babilônia denotam que este povo, foi levantado por Deus para executar os juízos que o Senhor disse que faria contra Israel. Ciro, imperador é chamado de meu servo, meu ungido, numa alusão ao poderio de Deus como Senhor de todas as nações. Isaías alertava aquele povo que o dominador que viria, só o viria porque Deus assim o quis (Is 13).

Interagir Imprimir Digg it Del.i.cio.us Twitter comentários
Versículo do dia  | Todo dia teremos versículo para você.
João
14:13

“E tudo quanto pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho.”

Receba versículos da Biblia em seu email, eles irão edificar e abençoar seu dia.
Digite seu e-mail no campo abaixo:
Artigos Veja mais artigos
novo Conhecendo as “sete inteligências” da teoria de Howard Gardner e pondo em prática na Igreja Se você leu o texto “As inteligências múltiplas e os seus dons”, que discorria sobre as inteligências múltiplas de Howard Gardner e...

 

Comunidade | Siga nas redes sociais

Copyright 2010-2018 - Futtura