O que é um rito ou ritual?

rss

O rito ou ritual é importante para todas as religiões e as fundamentam. Mas, afinal, o que é um rito ou ritual? Como podemos definir esse importante elemento que nos acompanha em nossa jornada cristã?

O que vamos tentar agora é uma definição resumida e não acabada. Ela servirá apenas para nos introduzir no tema.

O rito é uma prática religiosa periódica e repetitiva, de caráter social ou individual, submetida a regras precisas que mantenham a eficácia na invocação da divindade.

Ritual Batizado

Essa definição pode nos explicar melhor sobre o rito se for dividida nas seguintes partes:

1.     prática periódica e repetitiva

O rito não é só uma atividade humana, mas uma imitação da atividade divina, ou seja, uma imitação simbólica dos gestos divinos (daí o rito participa do símbolo). Trata-se de uma encenação da narração mítica, da história religiosa que deve ser relembrada, ensinada, demonstrada. Por isso sua repetição, sua periodização.

Muitos povos periodizam seus ritos de acordo com os períodos da natureza. Podemos ver isso, por exemplo, entre os israelitas na Bíblia, os Incas, os Maias, ou os índios brasileiros. Em todos esses povos, um período importante para a religião é o da colheita. Por isso, também a relação entre o rito e elementos da natureza que participam da colheita como o sol, a lua e a chuva.

Enquanto o mito narra e descreve a ação divina, o rito simboliza e encena. A ceia e o batismo são narrados e descritos na Bíblia, sendo que os mesmos atos de Jesus devem ser simbolizados e encenados pelo rito, devem ser imitados, repetidos.

2.     prática de caráter social

O caráter social do rito pode ser visto, por exemplo, em sua função de preencher a identidade de um grupo em um culto ou serviço religioso. Isso é o que diferencia o metodista do pentecostal, ou o católico romano do ortodoxo. Enquanto por exemplo o metodista encara a ceia como mesa “para todos”, o pentecostal encara a mesa “para alguns”.

3.     ou individual

O rito também pode ser repetido por uma só pessoa. Nesse caso, o indivíduo torna sagrados o tempo e o espaço onde se encontra.

O profeta Daniel, individualmente, repetia em terras estranhas o rito que aprendera: “Daniel, pois, quando soube que a escritura estava assinada, entrou em sua casa e, em cima, no seu quarto, onde havia janelas abertas da banda de Jerusalém, três vezes no dia se punha de joelhos, e orava, e dava graças, diante do seu Deus, como costumava fazer (Daniel 6:10)”.

Os islamicos também fazem suas orações três vezes ao dia, de joelhos e voltados para a cidade sagrada de Meca, onde quer que estejam.

4.     prática submetida a regras precisas que mantenham a eficácia na invocação da divindade

O rito normalmente tem regras detalhadas para manter a exatidão dos gestos e atos divinos, mesmo que esses gestos e atos não estejam detalhados nos mitos.

Para alguns grupos protestantes, por exemplo, o batismo deve ser por imersão e em água corrente (preferencialmente em rios) para imitar exatamente os gestos de Jesus. As regras servem para manter o rito o mais preciso com o ato divino.

As regras também servem para que, na exata repetição do rito, a divindade possa ser evocada corretamente, com eficácia, pois, do contrário, a divindade pode não se manifestar. Nesse caso, o rito falha e o ato fica inválido. Vemos isso também com relação ao batismo. Para alguns grupos, o batismo por aspersão não tem validade, logo o indivíduo deve ser novamente batizado segundo as regras do novo grupo onde se integra.

A eficácia do rito se percebe nas liturgias e gestos da comunidade de uma igreja. Enquanto o rito “funciona”, isto é, serve bem para evocar a atenção da divindade, as regras são repetidas (mesmo quando dizem que não há regras). Quando o rito não mais funciona, ou aparece um “melhor”, logo é adotado outro. Esse é o caso de igrejas protestantes tradicionais que, de uma liturgia racional e silenciosa, passaram a adotar liturgias emocionais e sonoras. De gestos comedidos para o levantar de mãos e bater palmas.

Interagir Imprimir Digg it Del.i.cio.us Twitter comentários
Versículo do dia  | Todo dia teremos versículo para você.
João
8:32

“Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.”

Receba versículos da Biblia em seu email, eles irão edificar e abençoar seu dia.
Digite seu e-mail no campo abaixo:
Artigos Veja mais artigos
novo Conhecendo as “sete inteligências” da teoria de Howard Gardner e pondo em prática na Igreja Se você leu o texto “As inteligências múltiplas e os seus dons”, que discorria sobre as inteligências múltiplas de Howard Gardner e...

 

Comunidade | Siga nas redes sociais

Copyright 2010-2017 - Futtura