Deus e o problema do mal – Uma entrevista improvável com teólogos inexistentes – Parte 2

rss

– E o senhor, Miguel Ynang, o que pensa sobre o caso?
O teólogo tirou de sua pasta alguns livros de filosofia e, logo dizendo que lecionava Antropologia em um seminário, confessou com um olhar muito culpado na face:
– Estou profundamente envergonhado por ter pensado que Deus poderia ter feito algo para salvar a Sra M. Sabe quão perto cheguei de destruir todo o bem do mundo? Quer dizer, todos sabem que não pode haver qualquer bem sem mal. Felizmente, lembrei-me disso a tempo. Logo, obviamente Deus não poderia ter feito nada ou o equilíbrio da realidade universal seria quebrada. Milagres são apenas significados que damos a causas que desconhecemos.
Zarmino, olhando para a esquerda do estúdio, fez voz de sirene:
– Ahhh! Até que enfim! Que prazer falar com o senhor novamente doutor Augusto Prolixomenes.
Prolixomenes era um conhecido homem de letras. Seu apelido era ‘Crânio’, porque tinha um conhecimento enciclopédico de quase tudo e um QI acima da média. Se ajeitando na poltrona, logo foi se justificando:
– Há uma excelente razão pela qual Deus não fez nada. Mas, é demasiado complicada para vocês perceberem, por isso, nem sequer vou me dar ao trabalho de tentar explicar. É realmente muito complexo e nem todos vão entender. Vejam bem como são as coisas. Mal temos cem mil anos nesse planeta e já queremos entender tudo, toda a realidade. Ora, jamais podemos explicar algo desse porte e abrangência em alguns minutos. Uma conclusão apressada poderia ser fatal para a minha reputação. Sem contar, é claro, que o caso da Sra M. é apenas um entre muitos outros ainda mais difíceis de compreender. O que dizer das catástrofes naturais como os tsunamis e terremotos? E as guerras então? Quem é o mocinho? Quem é o bandido? Deus? O diabo? O homem? A própria natureza? No entanto, para que não haja qualquer mal-entendido, quero sublinhar que ninguém podia ter se preocupado com a Sra M. mais do que eu, e que sou, de fato, muito boa pessoa. Isto resolve o assunto.

Deus e o Problema do Mal

Com um grande sorriso estampado na cara desde o momento em que Prolixomenes começou a falar, o que fazia com que os músculos de sua face ficassem levemente doloridos, Zarmino reage entusiasmado:
– Muito bem doutor Prolixomenes, como sempre, palavras sábias e objetivas…
Do outro lado do estúdio do programa, vermelho como um pimentão, de terno preto irrepreensível, estava o pastor Alicínico de Andrade, dirigente de uma grande comunidade. Alicínico era conhecido como “o grande evangelista dos moribundos”. Deixou todos pasmos ao se dirigir a Zarmino e, batendo no peito, falar:
– Eu conheci a Sra. M.! Ela era uma incrédula, quase uma ateia. Uma vez, quando tive a chance de falar com ela sobre Deus, deu de ombros e me deixou falando sozinho. Por isso, acredito piamente que Deus permitiu que isso acontecesse com ela para vergar o seu espírito. Em seu extraordinário sofrimento, talvez ela finalmente pudesse se converter, cumprindo assim o propósito para o qual ela tinha sido criada. Na verdade, Deus até ‘falou’ comigo e me disse que antes dela morrer, estava tão enlouquecida com o terror, a dor e o desespero que, de fato, convenceu-se de que amava Deus, pois sabia que só isso poderia pôr fim ao seu sofrimento. Deve ter suplicado por misericórdia, mesmo antes de o criminoso se inclinar e lhe cortar a garganta. Um dia vou me reencontrar com a Sra. M. no Paraíso, e isso é o que interessa.
De repente, sem avisar, um magricela com cara de tísico, claramente preocupado com a opinião dos outros teólogos, levanta o braço para que Zarmino possa enxergá-lo.
– Zarmino, Zarmino! Quero falar!
– Pois não pastor Armínio Arbitrão.
– Quero afirmar categoricamente que Deus nunca poderia ter feito algo. Isso seria terrível! Deus quer que todos acreditem livremente que Ele é uma boa pessoa, mas, se fizesse intervenções drásticas todas as vezes que ocorrem violações e assassinatos, isso forneceria a todos a evidência de que precisam sobre a Sua bondade. Desse modo, acabaria “forçando” ou induzindo as pessoas a acreditarem que Ele é bom. Consegue imaginar uma violação do livre-arbítrio mais diabólica que essa? Obviamente, foi melhor Deus afastar-se e deixar a Sra. M. ser violentada e assassinada. Agora todas as pessoas podem escolher livremente acreditar na bondade de Deus.
Até então, com semblante sereno e imutável, Adão Paradiso saltou da poltrona e aos berros disse:
– Esperem aí meus caros irmãos! Ninguém duvide do poder de Deus! Mesmo que Ele não tenha feito um milagre para salvar a Sra. M., o maior milagre já foi feito. Assim que ela morreu, foi imediatamente transportada para um lugar onde está agora gozando de bênçãos extraordinárias. O sofrimento dela agora não passa de uma memória distante. Estou certo que vocês concordarão que isso é uma compensação mais do que adequada para o sofrimento dela. Portanto, o fato de Deus ter simplesmente ficado ali olhando em vez de intervir não tem nada a ver com a Sua bondade. Concordo com o pastor Alicínico.
A essa altura, o diretor do programa já incomodava Zarmino no ponto que estava em seu ouvido esquerdo:
– Só mais cinco minutos! Só mais cinco minutos!
Zarmino olha para o último metafísico. Era o evangelista Marcos Fedomalo. Rindo e meneando a cabeça, olhou para cada um dos outros teólogos e, apontando o dedo, dizia:
– Vocês são uns descrentes, homens de pouca fé. Se eu estivesse lá naquele momento, teria pedido a Deus para livrar a Sra M. e seria prontamente atendido. Mesmo que ela morresse, eu creio que poderia ter invocado a sua ressurreição e vocês veriam um milagre diante dos seus olhos. É uma pena que eu não estava lá. Mas, já que ela morreu, é porque realmente era uma pecadora e servirá de exemplo para muitos outros.
O diretor não se aguenta:
– Encerra agora! Encerra agora!
Virando para a câmera que faz uma tomada em zoom, Zarmino diz:
– É isso aí! Chegamos ao fim de mais uma entrevista no “Caverna dos Teólogos”!
– Comigo plateia: “Mexeu com Deus, mexeu comigo!”

Interagir Imprimir Digg it Del.i.cio.us Twitter comentários
Versículo do dia  | Todo dia teremos versículo para você.
Efésios
5:30

“E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção.”

Receba versículos da Biblia em seu email, eles irão edificar e abençoar seu dia.
Digite seu e-mail no campo abaixo:
Artigos Veja mais artigos
novo Conhecendo as “sete inteligências” da teoria de Howard Gardner e pondo em prática na Igreja Se você leu o texto “As inteligências múltiplas e os seus dons”, que discorria sobre as inteligências múltiplas de Howard Gardner e...

 

Comunidade | Siga nas redes sociais

Copyright 2010-2017 - Futtura